Síndrome do Canal Cárpico



Fig.1                                                

Definição:

A Síndrome do Canal Cárpico é extremamente comum, ocorrendo em aproximadamente 1% da população geral e é muito mais comum em mulheres. Esta compressão apresenta como sintomas o formigamento ou adormecimento nas mãos, dor nas mãos ou nos dedos, sensação de queimação e diminuição da sensibilidade principalmente no polegar, indicador e dedo médio (fig. 1). Os sintomas podem irradiar-se para cotovelos e ombros e são caracteristicamente exacerbados à noite.   


  A Síndrome do Canal Cárpico é uma condição clínica que resulta da compressão do nervo    mediano, um dos principais nervos da mão, dentro do túnel do carpo. . Esse nervo, juntamente com os nove tendões que permitem os movimentos dos dedos da mão, passa através de um túnel encontrado na base do punho. A porção superior desse túnel é formada por um tecido conjuntivo resistente, denominado ligamento.(Fig. 2 e 3)
 
  Fig. 2     Sindrome do Canal Carpo - clinica da Mão - Aquavida Fig. 3túnel do carpo - Aquavida - Clinica da Mão


                                                            
No túnel do carpo transitam nove tendões e o nervo mediano


Os movimentos repetidos sem o tempo adequado de recuperação são responsáveis pela inflamação e edema do túnel do carpo. Na síndrome do túnel do carpo, os tendões são irritados e edemaciam, empurrando o nervo mediano em direcção a esse ligamento e causando dor nessa região.

Esta afecção pode ocorrer mais frequentemente em mulheres entre 40 e 50 anos de idade .

Qualquer alteração que comprometa o espaço pelo qual transita o nervo pode causar a síndrome do túnel do carpo. Estas alterações podem ser:


 
- Anatômicas: osteoartrose , ligamentares, inerentes ao nervo(tumores), hipertrofia da membrana sinovial (tendinite), seqüela de fraturas etc...   
 
- Fisiológicas: diabete , artrite reumatóide , gota , gravidez , hemodiálise, tendência pessoal em acumular líquidos, etc..   
 
- Posicionais: espasticidade , ciclistas , lesões de esforço repetitivo (uso excessivo nas actividades laborais etc...   
 
- Traumáticas: fracturas e lesões dos ligamentos do punho. 

 

Sinais e sintomas

Dor ou dormência à noite nas mãos, principalmente após uso intensivo destas durante o dia. A dor pode ser intensa a ponto de acordar . Ocorre diminuição da sensação dos dedos, com excepção do dedo mínimo e sensação de sudorese nas mãos. A dor pode ir para o braço e até o ombro.  A flexão do punho por longo período podem aumentar a dor. Com a perda da sensação nos dedos, pode haver dificuldade de  pegar objectos. Algumas pessoas podem apresentar até dificuldade de distinguir o quente e o frio.
Também são frequentes as sensações de choques em determinadas posições da mão como segurar um objecto com força, segurar o volante do carro ou descascar frutas e legumes.  Esses sintomas de dormência e formigamento podem melhorar e piorar ao longo de meses ou até anos.
 

 

Características Clínicas

A perda da sensibilidade anestesia o lado externo da palma da mão e da superfície palmar do polegar, indicador, médio e metade do dedo anular. Às vezes há distúrbio em vez de perda de sensibilidade, que pode causar hiperestesia (sensação de formigamento) e dor. As alterações tróficas podem ser aparentes nesta afecção.
Inicialmente os sintomas ocorrem mais à noite, pois o inchaço natural dos tendões é removido naturalmente com o uso natural da mão, que bombeia o líquido extra para fora do túnel do carpo. A pressão exercida pelo líquido extra aumenta quando a mão se encontra em repouso, especialmente quando dormimos. A posição de flexão do punho também aumenta a pressão no nervo mediano .


DIAGNÓSTICO


O diagnóstico é basicamente clínico. O individuo que apresenta os sintomas citados anteriormente, associado aos testes de Phalen (fig. 4), e Tinel (fig. 5), positivos pode apresentar a Síndrome do Túnel do Carpo. O diagnóstico é confirmado por um exame denominado Eletroneuromiografia e a Velocidade de Condução do nervo mediano.   
 
   
 Teste de Phalen - clinica da mão - aquavida


Fig. 4- Teste de Phalen. O dorso das mãos fica em contacto, e esta posição aumenta a pressão no túnel do carpo ocasionando os sintomas da Síndrome do Túnel do Carpo.   


Sinal de Tinel - Clinica da Mão - Aquavida 
 
Fig. 5- Sinal de Tinel: A percussão do nervo mediano no punho pode ocasionar uma sensação de choque com irradiação para o polegar, indicador e dedo médio.

 

TRATAMENTO DA SÍNDROME DO TÚNEL DO CARPO:

 
Inicialmente, podem ser usados comprimidos anti- inflamatórios.
Deve ser modificada a postura durante o dia, evitando longos períodos com os punhos flexionados.
Para isso pode ser executada uma tala/ortóteses de uso diurno.


                
 
tala para tratamento do sindrome de canal carpo - clinica da Mão - aquavidaPode também ser confeccionado uma tala/ortótese de posicionamento nocturno que mantém o punho em leve extensão e os dedos em extensão. Isto evita que durante a noite permaneçamos por longos períodos com o punho flexionado, fazendo toda a abertura do ligamento, desinflamando o nervo mediano.

A orientação quanto as actividades da vida diária (AVDs) devem ser dadas privilegiando a biomecânica funcional do membro

Exercícios de alongamento dos flexores dos dedos e do punho sob orientação do profissional são benéficos para melhorar a função e aumentar a formação de líquido sinovial auxiliando com isso, a lubrificação dos tendões, bainhas e fáscias adjacentes (tendões lubrificados diminuem o atrito entre as bainhas evitando a inflamação).

O mais importante é fazer intervalos durante a actividade, diversificar os trabalhos e manter uma postura adequada. A prevenção é o melhor remédio.

Se as medidas acima não forem efectivas, pode ser indicado o tratamento cirúrgico. (Fig 6)

Tala Noturna - sindrome Canal Carpo - aquavida - clinica da mãoTala Noturna - sindrome Canal Carpo - aquavida - clinica da mão

 
   Fig. 6- Tala de uso nocturno e detalhe da cirurgia para tratamento da síndrome do túnel do carpo.